Arquivo da categoria: SS2

Escute o “The Thrill Of It All”, o novo álbum do Sam Smith

A ESPERA ACABOU LITTLE SAILORS! Valeu a pena esperar três longos anos por essa obra de arte. O Sam se dedicou por inteiro neste álbum, com ajuda de Jimmy Napes, Timbaland, Stargate, entre outros produtores e nos entregou um álbum incrível, que está com uma recepção excelente pela crítica especializada do mundo todo. Você pode ouvir o álbum completo a seguir e deixe sua música favorita nos comentários.

Sam Smith está preparado para embarcar em uma nova turnê pelo continente Europeu no próximo ano, seguindo o lançamento de seu álbum, The Thrill Of It All

Os fãs deste continente ganharão a oportunidade de vê-lo apresentar suas novas e velhas canções em um show especial que está sendo produzido pela BBC One.

O especial de 1 hora vai ao ar dia 9 de Novembro e mostrará o ganhador de um Oscar e Grammys performar as músicas de seu novo álbum, e também, suas faixas mais clássicas. Sam também terá uma conversa com Fearne sobre sua carreira, musica e vida pessoal.

 

Sam estará performando as músicas durante o BBC Concert Orchestra que irá mostrar seus hits como você nunca viu antes. Ele também irá performar faixas de seu novo álbum.

“Eu estou honrado e muito agradecido pela BBC ter me dado essa oportunidade de mostrar algumas de minhas novas músicas de meu album nesse maravilhoso show intismista. Mal posso esperar pra cantar algumas músicas antigas e ter um grande coral cantando junto a todos.” disse Sam.

 

Sam anunciou que está de volta em turnê através de seu Twitter, postando uma lista de datas para seus shows ao vivo no Reino Unido e na Europa.

A turnê leva o nome de seu álbum “The Thrill of It All”, o segundo álbum de estudio de Sam Smith, contendo as faixas “Too Good At Goodbyes e seu novo single “Pray”.

O ganhador de Grammys, que carregou o preço da trilha sonora de James Bond, Writings on the Wall, estará em turnê pela Europa no ano que vem, do dia 20 de Março até o dia 18 de Maio. A turnê pelo Reino Unido tomará lugar durante o dia 20 de Março até o dia 7 de Abril.

Confira o que a crítica especializada achou do “The Thrill Of It All”

O “The Thrill Of It All”, segundo álbum de estúdio do Sam Smith, já está sendo avaliado pela crítica especializada, com opiniões bem positivas no geral. Confira o que os críticos estão dizendo sobre o novo álbum:

NEWSDAY

Nota: 3,5 de 4 estrelas

O segundo álbum mostra a crescente confiança de Sam Smith

Sam Smith está de volta com um álbum de segundo ano, “The Thrill of It All”, cheio de mais histórias de desilusão e amor não correspondido. Mas ao contrário de sua impressionante estréia em 2014 com “In the Lonely Hour”, Smith agora canta de uma posição mais forte e confiante, que se reflete na música.

Para “The Thrill of It All”, o cenário musical é muito melhor do que em sua estréia, embora a voz de Smith ainda seja suficientemente distinta e poderosa o suficiente para dominar todas as músicas.

“Pray” é o exemplo mais ousado de sua força vocal, como ele extravagantemente tira as notas do coro, estendendo-as de maneira que outros cantores teriam feito através de truques tecnológicos. As torções vocais de Smith fazem que o seu canto sobre a decisão de rezar pareça ainda mais pungente. “HIM”, onde Smith declara seu amor por outro homem e aceita as conseqüências, é a sua afirmação lírica mais ousada, cantando com força: “Não tente me dizer que Deus não cuida de nós, é ele que eu amo”.

Entretanto, Smith pode ser o mais bem sucedido, quando ele transforma a alma de Memphis da velha escola por “Baby, You Make Me Crazy”, extraindo energia da seção de metais e os vocalistas de apoio para criar seu momento musical mais edificante e uma das melhores músicas do ano, mesmo que seja sobre outra luta num relacionamento.

Às vezes, a tristeza de Smith torna-se um tanto irresistível, mas sua voz continua sendo uma maravilha, fazendo “The Thrill of It All” uma declaração ainda mais poderosa do que seu emocionante álbum de estréia.

SLANT

Nota: 3,5 de 5 estrelas

“É tentador ler o título do álbum ironicamente, mas, por mais dolorido do que Smith, ele também está envolvido e vivo, canalizando seus demônios para músicas que são imediatamente acolhedoras, calorosas e com a alma.”

“Isso não quer dizer que o conservadorismo do álbum não deixa algumas perguntas sobre a direção de onde Smith se dirigiu. Ele aprofundou seu ofício sem expandir-se exatamente, o que faz com que “The Thrill of It All” se sinta mais como uma refinada que uma nova aventura ousada “.

The Independent 

Nota: 4 de 5 estrelas

“A voz de Smith continua sendo uma coisa maravilhosa para se admirar. Na “One Last Song” de com estilo antigo de Soul, ele varre suavemente em um alto tenor claro sem escapar da falsetto, evocando assim uma conexão emocional mais genuína; e seus toques de vibrato em “Burning” são sutilmente controlados, contra os coros de apoio corais que dão ao álbum um poderoso sabor evangélico.”

Metro

Nota: 2 de 5 estrelas

“Mesmo para a orelha não educada, é óbvio que o cantor de 25 anos é um ninja temerário da técnica vocal. O que torna a “emoção” nesse título duplamente desconcertante, porque não se relaciona com nada nesse estilo e conscientemente “movendo” o soul-blues definido…”

“As emoções são notoriamente confusas, mas o material controlado de Smith não reflete nada disso. Se “The Thrill Of It All” tivesse mais constipação, viria com compridos laxantes “.

Consequence Of Sound

Nota: B

“Mesmo em um álbum de 10 canções, ‘The Thrill of It All’ tem um ponto maçante ou dois… mas estes são pequenas coisas triviais, e em estimulantes 35 minutos, o álbum é tão bem construído que passa voando rapidamente por qualquer ponto ruim.

Se sentindo muito confortável; aos 25 anos, Smith ainda pode cantar fora do tipo de canções de amor que ele poderia cantar quando ele tinha 20 anos. Mas ele também cresceu e ‘The Thrill of It All’ é ainda melhor quando ele sai da sua zona de conforto.”

Rolling Stone

Nota: 4 de 5 estrelas

“O segundo álbum de Smith mostra um dos vocalistas mais poderosos e expressivos de sua geração.”

“HIM” eleva um conjunto de canções brilhantemente cantadas em um potente álbum conceitual que universaliza o desamor de um ponto de vista distintamente LGBTQ. Sim, as batidas mágicas de “Latch” são perdidas. Mas aqui estamos esperando uma remix para boates de “HIM”, que irá dominar os clubes gay nos próximos anos.”

EW

Nota: B

“Uma dessas é a surpreendente “HIM”. Ajudado por um coro, a música é construída a partir de baladas de piano estelares para evangelho tremendo. O som é tradicional, mas o assunto de Smith é: o ponto é o encontro de um homem lutando para reconciliar seu amor com sua fé cristã. “HIM” combina um desempenho pungente com uma mensagem poderosa e, ao fazê-lo, faz o que outras faixas não fazem – realmente emociona.”

The Guardian

Nota: 3 de 5 estrelas

“É uma pena, e uma oportunidade perdida. Há um certo poder para The Thrill of It All, mas poderia ter sido um álbum muito mais potente se eles tivessem demitido o polonês um pouco. Ainda assim, nada disso pode prejudicar as chances de Smith de replicar o sucesso do platinado álbum de sua estréia “In The Lonely Hour”. Se as contribuições de Adele para o tipo de álbuns de fim de relacionamento nos ensinaram qualquer coisa, é que milhões de pessoas em todo o mundo não são contrárias a mais do mesmo.”

The Sun

“O cantor transforma a dor em triunfo com seu segundo álbum”

“O músico Sam Smith entrega um álbum que valeu a pena esperar três anos desde a sua estréia em 2014”

LA Times

“The Thrill of It All” demonstra o impressionante crescimento de Smith como vocalista e compositor.”

Sam Smith fala sobre autodestruição e como isso refletiu em seu novo álbum

Como um adolescente, Sam Smith estava dormindo fora para compra de ingressos para o show da Lady Gaga, ficando na primeira fila para assisti-la cantar sobre o monstro que é a fama.

Foi apenas fora de sua adolescência que Sam Smith obteve o emprego que ele sempre quis – músico – e vendeu 12 milhões de cópias do seu disco de estréia ‘In the Lonely Hour’ no ano de 2014 em uma época em que até um milhão de vendas de álbuns se tornou notável para um novo artista.

A In The Lonely Hour Tour tinha hits como Stay With Me, Like I Can e I’m Not the Only One, terminou em Brisbane em dezembro de 2015, Smith deliberadamente escorregou sob o mesmo radar que ele estava tentando obter quando contratou seu primeiro gerente aos 11 anos.

Smith apareceu no Oscar em fevereiro do ano passado, depois de ter sido nomeado para a categoria Best Song da trilha sonora de James Bond com a música “Writing’s on the Wall” (ironicamente concorrendo com Lady Gaga). Não entusiasmado com a performance da noite e esperando perder, Smith carregada um frasco de tequila, estava no auge do que ele chama de “autodestruição” do período.

Quando ele e o co-escritor Jimmy Napes ganharam, Smith disse que havia lido um artigo que Ian McKellen escreveu dizendo que nenhum homem abertamente gay ganhara um Oscar. Smith disse no palco “se este for o caso, mesmo que não seja o caso”, ele queria dedicar o prêmio à comunidade da LGTBQ e disse que ele era um “homem gay orgulhoso” que esperava a igualdade.

O que ele conseguiu foi uma grande repercussão. Acontece que McKellen estava se referindo a prêmios de ator e no after party Elton John apontou para Smith dizendo que ele já havia ganhado um Oscar. O escritor Dustin Lance Black também se afirmou no Twitter.
Smith encontrou-se desconectado e recuando.

“Eu tento não ler nada sobre mim agora”, admite Smith. “Eu também sou muito sensível. Eu escolho não fazê-lo. A coisa do Oscar realmente me mudou. Fiquei realmente chateado com isso. Foi um erro genuíno. Claro, eu sei que não era o único homem a ganhar um Oscar, minha boca e minha cabeça simplesmente não trabalharam juntos naquela noite porque eu estava com absoluta descrença que havia acabado de ganhar um Oscar.”

“Minhas intenções eram boas e tudo se virou contra mim o que me deixou chateado. Mas eu encontrei a paz com isso agora e venho em paz com o fato de que vou cometer erros. Estou orgulhoso disso, não quero ser um robô. Quero cometer erros. É assim que você aprende. De vez em quando, alguma coisa vai aparecer no meu telefone ou vou tocar acidentalmente em algo que me deixará triste. Mas é parte do meu trabalho, não é?”

Smith está lentamente voltando ao trabalho. Ele sentiu que ficaria mais protegido em entrevistas, tornando-se transparente como se fosse seus conhecidos, para se salvar do sofrimento. Mas não aconteceu.

“Depois da maioria das entrevistas, encontro-me sentado com a minha gestão tipo ‘P****, eu falei demais?’ Mas f*** ** isso. Não estou aqui para me filtrar. Eu sou um humano. Tenho 25 anos. Eu realmente não sei o que estou fazendo e ainda estou tentando descobrir o que estou fazendo e o que estou tentando dizer”.

Naquele intervalo entre os álbuns, uma dieta alterou sua imagem e o introduziu num mundo onde obteve mais benefícios para sua saúde.
“As pessoas não me reconheceram tanto, acho que perder peso ajudou”, diz Smith. “Eu também me mantenho sozinho quando estou fora. Quando estou fora de clubes em Londres, as pessoas respeitam o fato de eu estar apenas bebendo com meus amigos. É tudo sobre como você se mantém”.

Ele comprou uma casa em Londres e vive lá com sua irmã, bem como casas para sua mãe e pai. E muito queijo. “Eu honestamente gasto todo o meu dinheiro com queijo”. Mesmo com seu hábito de comer muito queijo, ele manteve o peso.“Eu apenas mudei a maneira como eu como”, diz ele. “Não parece mais uma dieta. Ainda amo comida “.

Alguns dos períodos de “autodestruição” de Smith foram capturados em seu segundo álbum The Thrill Of It All. Fumar é um tema recorrente que se destaca em várias de suas músicas.

“Sim, comecei a fumar no ano passado”, admite Smith de má vontade. “Eu lutei pra tentar parar. Havia um pouco de autodestruição no ano passado com certeza, quando eu fumava muito. Fica ligado e desligado agora”. Depois, houve a bebida – o que ele cessou, dado que ele precisa de sua voz para deveres da profissão – e namorar, mas viver a vida como um jovem de 25 anos regular foi crucial para a nova inspiração.

“Eu tenho que voltar para como minha vida era antes”, diz Smith. “Eu vivo em uma casa mais agradável, eu viajo e conheço restaurantes realmente agradáveis de vez em quando, mas, além disso, eu me sinto como o mesmo cara de antes. Para mim, essa foi a melhor parte de toda essa experiência – saber que eu poderia voltar para esse lugar”.

Smith fez cover das músicas de Amy Winehouse e Whitney Houston e admite ser movido pelos documentários “desesperadamente tristes” sobre as vidas e mortes de ambas cantoras.

“Esses documentários devem ser uma lição para todos os outros sobre como tratar a fama”, diz ele. “Há essa ilusão de que todos que encontram a fama dá início a uma entrada para a vida eterna, a felicidade ou a pura felicidade. É o contrário. As pessoas que são muito emocionais e sensíveis que realmente apenas compõem canções pelo amor da música, mas ficam presas no mundo da fama, precisam ser cuidadosas. Você tem que ter as pessoas certas ao seu redor, sua família tem que estar a bordo e apoiá-lo e colocar o seu coração antes do seu talento”.

Smith lutou com a forma de escrever sobre sua nova vida.
“Era importante para mim falar sobre isso, porque essa é a minha honestidade. Mas eu não queria falar sobre isso demais porque acho que não é possível. Mas também foi uma grande parte da minha vida nos últimos três anos, concordando com tudo que aconteceu”.

Ele também lidou com uma antiga gravadora ganhando seu sucesso, liberando música antiga que ele gravou, até cenas de um vídeo promocional com imagens antigas de Smith aos 15 anos.
“No começo, eu achei difícil. Mas agora eu olho para trás e estou meio orgulhoso de tudo que está por aí. Eu estive cantando desde os 11 anos, eu tinha meu primeiro gerente aos 11, fiz esse álbum quando tinha 15 anos. Eu acho que mostra às pessoas que eu venho tentando por muito tempo. Tudo faz parte do meu DNA, quem eu sou e minha história “.

A canção mais emotiva do disco The Thrill Of It All não é sobre um relacionamento, mas sim uma música chamada ‘Him’. É uma história de um menino com seu pai, e Smith canta “Don’t you try and tell me God doesn’t care for us, it is him I love” com um coro gospel para companhia. “Ele é a minha versão de um hino”, diz Smith sobre o seu jogo de palavras.

“Foi importante para mim falar sobre minhas opiniões sobre esse assunto neste álbum em vez de apenas sobre o amor e meus relacionamentos. Eu tenho 25 anos com opiniões.” Smith realmente o escreveu em Sydney na manhã após uma noite no clube gay Stonewall. “Eu lembro de estar inspirado e querendo escrever uma música chamada Him e eu realmente a escrevi no chuveiro”.

E a referência religiosa na música?
“Foi apenas o que saiu de mim, houve um pouco de raiva quando escrevi aquelas palavras. As pessoas vão ver coisas diferentes nessa música. Eu não diria que sou religioso, sou mais uma pessoa espiritual. Fui para a escola católica toda a minha vida. Há partes de todas as religiões com as quais eu concordo e partes de todas as religiões com as quais não concordo”. Smith orgulha-se de estar numa época em que ele pode escrever uma música com pronomes masculinos.

É uma ótima coisa, precisamos falar mais sobre isso. Sinto-me tão afortunado de fazer música. Eu sei que as coisas foram muito mais difíceis no passado, mas ainda temos um longo caminho a percorrer. Ainda não sinto que tudo é onde deveria estar. Veremos quando eu começar a cantar em algumas partes do mundo. Espero que as pessoas escutem e aceitem, mas há pessoas que não aceitam. Eu recebo abusos homofóbicos diariamente nas mídias sociais”.

Smith foi particularmente destruído pela surpresa da morte de George Michael, uma grande influência em muitos níveis.
“Enquanto eu estava fazendo música, ele se tornou ainda mais uma inspiração. Eu olhei para ele como um modelo a seguir como um artista gay na música pop. Eu assistia às suas entrevistas o tempo todo e como ele se segurava. Adorava quão falho ele era. Ele era um superstar, mas também um humano ao mesmo tempo, isso é inspirador para mim. Ele não era um robô.”

O britânico sabe que, como é um dos poucos cantores abertamente homossexuais no mainstream, especialmente aquele que nunca foi fechado, sua sexualidade sempre será um tópico.
“Já me fizeram perguntas muito pesadas em entrevistas que eu não acho que outros artistas tenham que responder. Eu não estou quebrando, mas é intenso e é tudo por causa da minha sexualidade. Estou disposto a responder. Estou constantemente tentando dizer o que é certo. Eu vou escapar algumas vezes, mas estou fazendo o meu melhor.”

“Parte de toda essa experiência é que eu assumir a responsabilidade. Estou falando por uma comunidade. Pode ser prejudicial se você disser o que é errado. Preciso assumir a responsabilidade por isso. E eu tenho. Aprendi muito mais sobre minha história como um homem gay desde aquela noite do Oscar. Estou sempre tentando trabalhar em ser uma pessoa melhor “.

E enquanto ele tem que fugir do abuso homofóbico, e mesmo dos trilhos de sua própria comunidade, Smith sabe de primeira mão o poder da conexão de pessoas que precisam ouvir sua voz.
“É o motivo para estar fazendo isso. A imprensa e o centro da cidade são uma coisa, mas estou realmente tentando alcançar as crianças no meio do nada. Como eu. Cresci em um bairro no meio do nada. Eu me virei para George Michael, ele era minha fuga. Suas palavras foram minha fuga. Isso é o que eu quero tentar ser.”

Ele retornará ao seu “lar longe de casa” em Sydney para um show lotado em janeiro (com doações para instituições de caridade LGBTQ), e uma turnê nacional completa em 2018. “Eu quero que o show seja realmente espiritual”, diz ele. “Eu quero que seja romântico e delicado. Eu quero que as pessoas saiam tipo ‘Uau, isso foi lindo’. “

Fonte/Adaptado

 

Sam Smith se apresenta no Saturday Night Live

Sam Smith se apresentou pela terceira vez no Saturday Night Live no último sábado (07). O programa foi apresentado pela atriz Gal Gadot, e contou com duas apresentações incríveis de “Too Good At Goodbyes” e cantando pela primeira vez seu mais novo single “Pray”. Confira os vídeos das apresentações:

 

Sam Smith anuncia novo álbum “The Thrill of It All”

Finalmente o grande anúncio foi feito, através das redes sociais do Sam Smith. Não teremos mais que chamar o novo álbum de “SS2”, pois agora sabemos que ele se chama “The Thrill of It All” e será lançado no dia 03 de novembro.

O segundo álbum de estúdio do Samuel já está disponível em pré-venda nas plataformas digitais e na versão física em CD e Vinil na loja oficial do cantor. Além disso, Sam liberou as datas da turnê, que por enquanto só tem datas confirmadas nos Estados Unidos, Canadá e México, confira as cidades confirmadas clicando aqui.

Confira a tracklist completa da edição especial do CD:

  1. Too Good At Goodbyes
  2. Say It First
  3. One Last Song
  4. Midnight Train
  5. Burning
  6. HIM
  7. Baby, You Make Me Crazy
  8. No Peace (feat YEBBA)
  9. Palace
  10. Pray
  11. Nothing Left For You
  12. The Thrill of It All
  13. Scars
  14. One Day At Time

Quem quiser comprar o álbum na pré-venda na forma digital ou física é só clicar aqui.  Comprando o álbum nas plataformas digitais, automaticamente a música “Pray” será baixada em sua conta.

Para mais informações sobre o novo álbum do Sam e novas datas da turnê (que devem ser divulgadas nos próximos dias) fiquem ligados em nossas redes sociais.

Escute “Pray”, o novo single promocional do Sam Smith

Sam Smith lançou nesta sexta-feira (06) mais uma faixa promocional do seu novo álbum.  A canção “Pray”, foi composta Sam, Timbaland, James Napier, Timbaland, Darryl Person,  Larrence Dopson e Jose A. Velasquez.

Confira a letra e tradução a seguir:

[Verse 1]
I’m young and I’m foolish, I’ve made bad decisions
I block out the news, turn my back on religion
Don’t have no degree, I’m somewhat naive
I’ve made it this far on my own
But lately, that shit ain’t been getting me higher
I lift up my head and the world is on fire
There’s dread in my heart and fear in my bones
And I just don’t know what to say

[Chorus 1]
Maybe I’ll pray, pray
Maybe I’ll pray
I’ve never believed, and you know, but I’m gonna pray

[Verse 2]
You won’t find me in church (No) reading the bible (No)
I am still here and I’m still your disciple
I’m down on my knees, I’m begging you please
I’m broken, alone, and afraid
I’m not a saint, I’m more of a sinner
I don’t wanna lose, but I fear for the winners
When I try to explain, the words run away
That’s why I am stood here today

[Chorus 2]
And I’m gonna pray, pray
Maybe I’ll pray, pray for a glimmer of hope
Maybe I’ll pray, pray
Maybe I’ll pray
I’ve never believed, and you know that I’m gonna

[Bridge]
Won’t you call me?
Can we have a one-to-one, please?
Let’s talk about freedom
Everyone prays in the end
Everyone prays in the end
Won’t you call me?
Can we have a one-to-one, please?
Let’s talk about freedom
Everyone prays in the end
Everyone prays in the end

[Chorus 3]
Oh, and I’m gonna pray, I’m gonna pray
I’m gonna pray, pray for a glimmer of hope
Maybe I’ll pray, pray
Maybe I’ll pray
I’ve never believed, and you know, but I’m gonna pray

TRADUÇÃO

[Verso 1]
Sou jovem e sou tolo, tomei decisões ruins
Bloquei as notícias, virei as costas para a religião
Não tenho diploma, sou um pouco ingênuo
Eu fiz isso tão longe sozinho
Mas ultimamente, essa merda não está me deixando maior
Levanto a cabeça e o mundo está em chamas
Há medo no meu coração e medo nos meus ossos
E eu simplesmente não sei o que dizer

[Refrão 1]
Talvez eu rezei, rezei
Talvez eu rezei
Nunca acreditei, e você sabe, mas vou rezar

[Verso 2]
Você não vai me encontrar na igreja (Não) lendo a Bíblia (Não)
Ainda estou aqui e ainda sou seu discípulo
Eu estou de joelhos, eu estou implorando por você, por favor
Estou quebrado, sozinho e com medo
Eu não sou um santo, sou mais um pecador
Não quero perder, mas temo pelos vencedores
Quando eu tento explicar, as palavras fogem
É por isso que estou aqui hoje

[Refrão 2]
E vou rezar, rezar
Talvez eu reze, reze por um vislumbre de esperança
Talvez eu reze, reze
Talvez eu reze
Eu nunca acreditei e você sabe que vou

[Ponte]
Você não me liga?
Podemos ter um cara-a-cara, por favor?
Vamos falar sobre liberdade
Todos oram no final
Todos oram no final
Você não me liga?
Podemos ter um cara-a-cara, por favor?
Vamos falar sobre liberdade
Todos oram no final
Todos oram no final

[Chorus 3]
Ah, e vou rezar, vou rezar
Eu vou rezar, rezar por um vislumbre de esperança
Talvez eu reze, reze
Talvez eu reze
Nunca acreditei, e você sabe, mas vou rezar

MUTIRÃO: Peça “Too Good At Goodbyes” nas rádios brasileiras e americanas!

Sam Smith está de volta arrasando como de costume! “Too Good At Goodbyes” é o primeiro single do segundo álbum de estúdio do cantor.

Como sempre, o SSBR está empenhado em fazer com que esse sucesso só cresça, e para isso, temos que divulgar a música nas emissoras brasileiras. Uma novidade nessa nova fase, é que também iremos fazer mutirões para as emissoras americanas! Por essa razão, é preciso dedicação em dobro, e desde já, contamos com a colaboração de todos os little sailors!
Também estaremos ajudando para que tanto a música quanto o álbum quando for lançado tenha ótimo desempenho no iTunes, além de claro, ajudar no aumento das reproduções no Spotify!

O mutirão americano acontece segundasquartas e sextas, às (20h – Horário de Brasília) em nosso Twitter, o  (@samsmithbrasil). O mutirão para as emissoras brasileiras acontecerá às terçasquintas e sábadosno mesmo horário!

Lembramos também que a colocação nas rádios do país não só ajuda o desempenho do Sam, mas também faz com que empresários estejam mais atentos e aumentam muito mais as chances de finalmente termos novamente o cantor no Brasil, com a sua futura turnê, que tem previsão de começar em fevereiro de 2018.

Confira abaixo como pode ajudar a canção, seja baixando legalmente ou pedindo a música nas rádios de todo o Brasil:

COMO ADQUIRIR A MÚSICA NO ITUNES BRASIL:

1º – O primeiro passo é obviamente ter o iTunes instalado em seu computador, caso você não tenha ele instalado baixe-o aqui. (Obs: Você pode utilizar o iTunes em seu computador, iPhone ou iPad.)

2º – Feito isso, clique aqui para entrar no link, você também pode procurar a música diretamente na loja.

3º – Após o programa iTunes abrir, você irá descer até aonde está a música e clicar no botão “USD 1.29”. 

lw

4º – Uma janela se abrirá e o iTunes irá pedir para que você preencha seu ID e sua senha da iTunes Store. Basta digitar corretamente e clicar em “Comprar” ou caso você ainda não tenha um cadastro, clique em “Criar ID”.

5º – Se você ainda não tem seus dados de compra cadastrado, o iTunes irá pedir para que você cadastre. Escolha sua forma de pagamento e preencha os dados pedidos como mostra o print abaixo:

bbp4

Os cartões nacionais disponíveis para compra no iTunes Brasil são: Visa e Mastercard, você também pode usar o Amex (American Express). Após escolher sua forma de pagamento e preencher seus dados corretamente, clique em “Concluir” e efetuar a compra!

  • Too Good At Goodbyes” também está disponível para stream no Spotify, Apple MusicDeezer e Tidal!
    Você também pode comprar a música na Google Play Store clicando aqui.

Feito tudo isso, chegou hora de divulgar a música nas rádios! Vamos começar?

DIVULGUE A MÚSICA:

Peça o single nas rádios de todo o Brasil!

– MIX FM: Peça Sua Música / TOP MIX

– MIX FM (Pelo aplicativo): Android / iOS

– Metropolinatana FM (Pelo aplicativo): Android / iOS

TWITTER:

Orientações
 É necessário seguir o Twitter das rádios antes de enviar o pedido.
 Mude um pouco os tuítes antes de enviá-los, para não correr o risco de ser bloqueado por spam.

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @rthits

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @metropolitanafm

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @RADIO1009FM

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @radioliberal

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @MiranteFM

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! #PediuTocouRD @RadioDisneyBRA

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @JP887

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @JovemPanBH

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @Antena_1

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @93UmShowDeRadio

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @jpbelem

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @radiojovempan

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @radio102fm

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @RadioBrasil

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @maisfm999

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @Cultura951

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @radiomixfm

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @JovemPanRecife

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @99_fm

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @jovempangoiania

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @MIXFMBelem #MIXFMBelem

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @Cultura95

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! #MIXFMBrasil @MixFM_Campinas

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! #MIXFMBrasil @MIXLONDRINA901

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @89fmjoinville

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @panfloripa

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! #MIXFMBrasil @mixfmvitoria

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @96fmnatal

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @98FMNatal

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @JovemPanNatal

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @at1933

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! #MIXFMBrasil @mixfmrio

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @atualfm

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @cultura90fm

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @lider983

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @rede_atlantida

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! #MIXFMBrasil @MixNatal

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @Mega94

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @Energia97FM

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @planetadj

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @jpipatinga

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @panvitoria

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @jpjoinville

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @jovempansjc

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @jovempanpatos

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @jovempan1039

Eu quero ouvir “Too Good At Goodbyes” do Sam Smith, por favor! @atlfloripa

FACEBOOK
Poste seu pedido no mural da rádio!

Rede Jovem Pan FM
Rádio Mix FM
Rádio 89 Mix
Jovem Pan Rio de Janeiro
Mix Rio FM
Jovem Pan Belo Horizonte
Jovem Pan Ribeirão Preto
Jovem Pan Vitória
Jovem Pan Curitiba
Jovem Pan Londrina
Jovem Pan Floripa
Mix FM Vitória
Jovem Pan Campinas
Jovem Pan Natal
Mix Natal
Jovem Pan Fortaleza
Jovem Pan Maringá
Jovem Pan Joinville
Jovem Pan Belém
Jovem Pan São Luís
Jovem Pan Goiânia
Jovem Pan Recife
Jovem Pan Ribeirão Preto
Jovem Pan Distrito Federal
Jovem Pan Aracaju
Jovem Pan São José dos Campos
Mix FM Maringá
Jovem Pan Cascavel
Jovem Pan Araraquara
Jovem Pan Patos
Jovem Pan Ipatinga
Jovem Pan Itaperuna
Jovem Pan Taubaté – Vale do Paraíba
Jovem Pan Dracena
Jovem Pan Ponta Grossa
Jovem Pan Poços de Caldas
Jovem Pan Manaus

WHATSAPP

Mix SP – (11) 98180-1000
Rádio Disney 91,3 – (11) 94399-9130
CBN – (11) 99913-1943
TOP FM 104,1 – (11) 97460-1126
TRANSAMÉRICA POP 101,1 – (11) 99121-6651
Metropolitana FM – (11) 996000985
Transcontinental FM – (11) 94752-4649
RADIO ANTENA 1 – (11) 98436-4666
Jovem Pan FM – (11) 93117-1009
ÓTIMA FM 94,5 – (11) 99197-3300
ÓTIMA FM 90,3 – (12) 98316-0000
Princesa FM – (12) 9912-5550
Mix Litoral – 98.1 FM – (13) 98124-6921
Hot 107 FM – (14) 99711-5977
Rádio Super FM – (15) 99610-7496
Jovem Pan – (16) 99287-4818
DFM – (17) 98158-4622
Dinâmica 2 FM – (17) 99252-2722
Regional FM – (17) 99107-8858
Jovem Som – (18) 99659-2194
Esterio Som FM – (19) 99809-0046
MIX Rio – (21) 99688-5754
CBN – (21) 99764-2371
FM O DIA – (21) 96401-6018
JB FM – (21) 99769-2891
RADIO ALTERNATIVA 100.1 FM – (21) 98003-6679
RADIO DIGITAL LIGHT 98.7 FM – (21) 99300-0139
RADIO 95 FM MACAE – (22) 99955-0095
RADIO DIÁRIO 100.7 FM – (22) 99824-1007
RADIO CAPITAL 87.9 FM – (22) 99908-0266
RADIO ALTERNATIVA 104.9 FM – (22) 99286-7265
RADIO 102 FM ITAPERUNA – (22) 99802-0102
RADIO 103 FM ITAPERUNA – (22) 99906-1103
Jovem Pan BH – (31) 9901-0991
Alternativa 91,1 FM – (31) 98878-3720
CBN – (31) 9236-0719
TRANSAMÉRICA HITS 88,7 – (31) 8489-9723
Zebu FM – (34) 9892-9393
Santana FM – (37) 8828-8001
Caiobá FM – (41) 9638-8601
98 FM Curitiba – (41) 9695-9810
MASSA FM 90,7 – (43) 9178-6298
FM104 – (43) 9617-1041
MASSA FM 92,3 – (44) 9128-1494
GUARAREMA FM 103,5 – (47) 9136-8293
MENINA FM 97,5 – (47) 9607-9598
89 FM – (47) 9121-0089
Regional FM – (48) 9191-8081
CIDADE FM 90,7 – (48) 9183-7737
GUARAREMA AM 1230 – (48) 9143-3325
JOVEM PAN FM 101,7 – (48) 9158-0071
X FM 105,1 – (48) 9911-5343
OESTE CAPITAL FM 93,3 – (49) 9830-9300
Regional FM – (48) 9191-8081
CIDADE FM 90,7 – (48) 9183-7737
GUARAREMA AM 1230 – (48) 9143-3325
JOVEM PAN FM 101,7 – (48) 9158-0071
X FM 105,1 – (48) 9911-5343
OESTE CAPITAL FM 93,3 – (49) 9830-9300
MIX FM – (51) 9127-1071
ElDorado Poá – (51) 9838-9847
Rádio Caiçara – (51) 9987-8101
GAÚCHA AM 600 / FM 93,7 – (51) 9503-3848
ARAUTO FM 95,7 – (51) 9570-2200
Imperial FM – (53) 9112–2007
96,1 FM – (54) 9618- 2985
Interativa FM – (62) 9829-7499
99,5 FM Goiânia – (62) 8598-9950
94FM Dourados – (67) 9972-9494
Bahia FM – (71) 9905-8870
Itapoan FM – (71) 88750975
Jovem Pan Aracaju – (79) 99976-8870
Jovem Pan Recife – (81) 99890-0016
Radio Jovem Pan Natal – (84) 98133-8989
Jovem Pan FM – (85) 98165-3025
Cidade FM – (85) 99215-1800
Vilabela FM – (87) 9901-3232
Mix 100.9 Belém – (91) 99123-1009
Rádio Mix Manaus – (92) 992431572
Amazonas FM 101,5 – (92) 99173-0015
Difusora do Amazonas – (92) 98166-3313
Líder FM – (94) 99105-2029
Atrativa FM – (98) 9151-2740

TELEFONE

(11) 3252.6456 – Jovem Pan São Paulo
(63) 3223-3200 – Jovem Pan Palmas
(79) 32385000 – Jovem Pan Sergipe
(62) 3945.1550 – Jovem Pan Goiás
(61) 3248.8300 – Jovem Pan Distrito Federal
(65) 2128.2500 – Jovem Pan Mato Grosso
(31) 3292-4422 / (31) 2125.0990 – Jovem Pan Belo Horizonte
(16) 3337.4711 – Jovem Pan Araraquara
(17) 3322.2594 – Jovem Pan Barretos
(19) 3212.0075 / (19) 3212.1474 – Jovem Pan Campinas
(17) 3523.2999 – Jovem Pan Catanduva
(14) 3481.6829 – Jovem Pan Marília
(19) 3212.1474 – Jovem Pan Mogi-Guaçu
(19) 3434.9284 / (19) 3422.1060 – Jovem Pan Piracicaba
(16) 3610.3899 – Jovem Pan Ribeirão Preto
(13) 3289.2200 – Jovem Pan Santos
(12) 3938.8700 – Jovem Pan S. José dos Campos
(17) 4009.3299 – Jovem Pan S. José do Rio Preto
(15) 3224.3999 – Jovem Pan Sorocaba
(12) 3632.0555 – Jovem Pan Taubaté
(81) 3423.2468 – Jovem Pan Recife
(11) 3253-4000 – Rádio Mix São Paulo
(21) 2105-1021 – Rádio Mix Rio de Janeiro
(31) 3209-0917 – Rádio Mix Minas Gerais
(41) 3270-9290 – Rádio Mix Paraná
(82) 0800- 727 2177 – Rádio Mix Alagoas
(85) 3066-4000 – Rádio Mix Ceará
(83) 3621-1093 – Rádio Mix Paraíba
(61) 3451-3700 – Rádio Mix Distrito Federal
(92) 3215-1007 – Rádio Mix Amazonas
(81) 3376-2373 – Rádio Mix Recife

E-MAIL
Envie para maispedidas@jovempanfm.com.br um e-mail com “PEDIDO” no assunto e no corpo da mensagem coloque tanto “Too Good At Goodbyes”, quanto o nome “Sam Smith“.

Você pode enviar o quanto quiser, mas a cada e-mail mude um pouco as palavras para não ser bloqueado(a).

RÁDIOS AMERICANAS / FAÇA O PEDIDO PELO TWITTER

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @941zbq

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @KISSFMPhoenix

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Power1051

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Power1051

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @power92chicago

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @wgci

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @k104fm

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @v103atlanta

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @hot1079atl

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @fm98wjlb

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @939wkys

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @1003thebeat

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @k975

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @mix969

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @KRQQ

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @1027KIISFM

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @ampradio

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Now1005FM

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Wild949

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @alice1059

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @MIX100Denver

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @kiss957

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @KC1013

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @MIX1051

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @xl1067

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Q100Atlanta

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @1035KISSFM

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @1019MIXChicago

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @HOT1079

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @KISS1075

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Channel963

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @989RadioNow

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @b97

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Z1043

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Mix1065FM

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Kiss108

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Mix1041

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Channel955

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @1013KDWB

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Y98

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @mix941

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @1043now

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @wzid

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @z100newyork

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @975WABB

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @1013kgot

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @999KEZ

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @power1057

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @kiss959

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @RadioNow973

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @1037KISSFM

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @991wmyx

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @fresh1027ny

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @1035KTU

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Y94Official

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @mymix1079

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @979wnci

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @1027kj103

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @z100Portland

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @b101philly

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Q102Philly

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @961kiss

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @Hot981

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @92PROFM

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @mix961sa

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @hot995

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @kissfmseattle

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @movin925

Please, play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! @WVAQ

Most Requested Live: Peça “Too Good At Goodbyes”!

Uma das partes mais importantes da divulgação nas rádios americanas é pedir o single no Most Requested Live, que nada mais é do que um programa de rádio associado ao grupo de estações da iHeartRadio, que acontece todos os sábados, às 21h! Façam os pedidos SOMENTE aos sábados, pois, durante a semana eles não contam. Lembre-se de tomar cuidado com o spam, para não correr o risco de ser bloqueado!

TWITTER

Hey @MostRequestLive @OnAirRomeo, please play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! Thank you so much. #MostRequestedLive

Hi @MostRequestLive @OnAirRomeo, I wanna hear “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith, please. Thank you! #MostRequestedLive

Hi @MostRequestLive @OnAirRomeo, Little Sailors wanna hear “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! Thanks. #MostRequestedLive

FACEBOOK
(Peça o single através do mural ou em mensagem!)

Hey guys, please play “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! Thank you so much.

Hi guys, I wanna hear “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith, please. Thank you!

Hi guys, the Swifties wanna hear “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith! Thank you so much.

Acesse o site e utilize o Twitter/Facebook para fazer o login. Faça o seu pedido na aba “Social Stream”, copiando os modelos das frases acima ou fazendo o seu próprio pedido.

Peça também pelos comentários no Instagram e pelo Snapchat (mostrequestlive)!

Não deixem de divulgar MUITO, contamos com vocês!

Sam comenta sobre o lançamento de ‘Too Good At Goodbyes’ e revela mais detalhes sobre o segundo álbum

Sam concedeu uma entrevista ao Elvis Duran Show para discutir sobre seu novo single ‘Too Good At Goodbyes’ e revelou mais detalhes sobre o segundo álbum. Confira abaixo:

Muitas pessoas não sabem que eu estava com Sam Smith há duas semanas e ouvimos esta música pela primeira vez. Nós colocamos para tocar numa sala cheia de geeks de rádio e vi o olhar em seu rosto quando eles começaram a aplaudir de pé, eles te ovacionaram, foi inacreditável, como você se sente?

Parece incrível e quero dizer, naquela época, eu ainda estava insanamente nervoso, não consigo explicar o alívio que estou sentindo agora em apenas ter lançado a música, porque a manti muito perto do meu coração por muito tempo tempo, então estou tão feliz que agora a música está aí e as pessoas podem decidir se gostam ou não.

Bem, eles já decidiram praticamente e acho que você se saiu bem, Sam. Você sabe o que isso significa, quero dizer, eles podem gostar ou detestar a música, como você se sente sobre isso?

Eu fico insanamente nervoso, quero dizer, mais nervoso do que cantar ao vivo. Eu fico mais nervoso quando lanço músicas porque minha música é tão pessoal e é como se alguém estivesse lendo meu diário, então é assustador, realmente assustador. A última semana não foi a mais agradável, mas eu me sinto muito melhor agora e estou feliz.

Há muito por trás de um lançamento, esse será seu segundo álbum e na última vez que estávamos falando sobre isso, você comentou sobre o quanto você estava nervoso era seu primeiro álbum, mas isso agora é algo totalmente diferente. Você pode explicar a todos o que o segundo álbum significa para você e o quanto é diferente do primeiro?

Bem, para mim, este álbum que estou prestes a lançar é mais do que um álbum, cada música nele significa muito para mim e nunca lutei com meu coração ou com minha alma em algo tanto quanto eu tenho feito nesse registro. É verdadeiramente o assunto mais pessoal que já escrevi na minha vida inteira e é insanamente assustador trazê-lo ao mundo mas estou muito orgulhoso disso e achei muito difícil deixá-lo, mas estou pronto agora o trabalho está finalizado e parece adorável, mal posso esperar para estar nas mãos das pessoas.

Nós esperamos um pouco para vê-lo com lançamentos, mas o fato de você ter demorado tanto tempo e tido muito cuidado, porque você quer ser perfeito, eu acho que também significa muito.

Não é necessariamente sobre ser um perfeccionista porque amo todas as imperfeições, é mais sobre apenas tomar o tempo para voltar a algum senso de realidade e passei um tempo em Londres com minha família e meus amigos em casa apenas tentando criar histórias reais e experiências reais sobre as quais posso escrever músicas e foi emocionalmente maravilhoso, tem sido um ano incrível, mas estou tão animado para tocar ao vivo e começar a cantar porque realmente senti falta de tocar ao vivo.

Então, Sam, você disse que esse é o seu álbum mais pessoal, eu sinto que sua música está entre as mais pessoais de todos os artistas. Sua música é tão real que é dificil imaginar que em seu segundo album será ainda mais translúcida

Bem, o primeiro álbum é sobre um cara e um sentimento que eu tive, eu estava apaixonado e foi um disco sobre corações partidos e já nesse álbum cada música representa uma história separada e eu sinto que você aprende mais sobre mim ao ouvir esse registro e eu me coloco mais à frente com minhas opiniões sobre certas coisas, há canções sobre meus relacionamentos e também há algumas histórias de pessoas que eu amo e que são muito próximas de mim, então eu sinto que é um album mais revelador, eu fui mais honesto e também me tornei muito privado na minha vida pessoal, então, para que eu revele minha vida pessoal na minha música, demora muito, eu sei e fiz isso nesse album.

Então, de tudo o que você fez até agora na sua carreira, o que o deixou mais aterrorizado com o momento mais nervoso?

Cantar no Oscar, na verdade eu não gostei. Tive tanto medo, foi horrível.

O que você fez para fingir e superar isso?

Eu tinha que fingir ser Beyoncé, basicamente, eu simplesmente lembro de estar nos bastidores apenas tentando respirar porque era difícil, são muitas pessoas assistindo esse show, acho que são 90 milhões de pessoas, foi uma canção muito difícil de cantar e ter Tom Hardy sentado à sua frente é meio intimidante.

É tão bom ouvir sua música novamente. Há alguma data antecipada para o lançamento do álbum?

Primeiramente eu só queria dizer obrigado por seu apoio desde o início, honestamente, significa o mundo para mim e sobre o álbum, virá antes do Natal, não posso dizer quando, mas antes do Natal, não está longe, eu prometo.

Fonte/Adaptado