Arquivo da categoria: Entrevista

Sam Smith diz que perda de peso significa ‘batalha constante’ com alimentos

Sam Smith diz que está em ‘constante batalha’ com alimentos para manter seu peso.
O cantor emagreceu alguns quilos desde ano passado. No entanto, fotos recentes deixaram fãs preocupados sobre se ele teria ido longe demais.
Na segunda (15), em uma entrevista no Grammy, Sam disse que era muito difícil manter seu peso.
”Eu amo tanto comida, então é uma batalha constante. Sempre será uma batalha, mas estou tentando dar o meu melhor” – acrescentou o cantor.
Sam estava no Grammy para apresentar uma categoria. Ano passado o britânico levou quatro prêmios para casa .

Adaptado/Fonte

Sam Smith está oficialmente trabalhando em seu segundo albúm

Sam Smith foi incluído no grupo dos sortudos vencedores do Golden Globes na noite do dia 10 de janeiro, ganhando um troféu pelo seu trabalho na canção tema do filme 007 Contra Spectre, “Writing’s On The Wall”.

Depois da cerimônia, ao responder algumas perguntas na coletiva de imprensa, Smith revelou que está atualmente em estúdio trabalhando em seu próximo álbum. A notícia emocionante certamente veio como uma surpresa – ele foi um dos quatro artistas que anunciaram um hiato no final de 2015.

Sobre pressão para superar o seu último álbum: “Eu sinto que cada álbum é meu bebê, certo? E o The Lonely Hour foi um momento incrível na minha vida. Ele não vai ser repetido. Eu preciso encontrar outra coisa para falar.”

Sobre voltar ao estúdio: “Eu e Jimmy estivemos em estúdio nas últimas semanas, na verdade.”

Sobre escrever um novo material: “Eu estou gastando este ano apenas em casa, em Londres, apenas escrevendo. E estou me sentindo bem, na verdade.”

FONTE / ADAPTADO


sam

Sam Smith esquece quem é Thom Yorke e diz que não escutou a versão do Radiohead para o tema do “Spectre”

Sam Smith se descreveu “surpreso” ao ouvir o anúncio do Radiohead dizendo que eles tinham sido escolhidos originalmente para gravar a canção tema para o filme ‘007 Contra Spectre’, Smith também parecia nunca ter ouvido falar sobre o cantor Thom Yorke.

sam_smith_writing_video

Durante a coletiva de imprensa após o Golden Globes na noite de domingo (10), Smith foi perguntado sobre como se sentiu quando Yorke lançou a faixa não oficial do Radiohead, e nisso ele respondeu “Thom Yorke?” antes de ser informado pelo seu colaborador Jimmy Napes quem Yorke era.

Smith tornou-se o primeiro artista a alcançar o #1 no Reino Unido com um tema de Bond, quando ele lançou ‘Writing’s On The Wall’ em novembro.

Na coletiva Smith respondeu a pergunta sobre o Radiohead, dizendo: “Sim, eu estava um pouco surpreso. Não vamos mentir, mas, pessoalmente, eu ainda não ouvi, porque eu fiz a canção tema [oficial] para o ‘Spectre’

Veja no vídeo abaixo:

O Radiohead lançou a sua faixa para o ‘Spectre’ no dia de Natal, explicando-a em uma mensagem que a acompanhava: “No último ano nós fomos convidados para escrever uma música tema para o filme do Bond, ‘Spectre’. Sim nós fomos. Não deu certo mas tornou-se algo nosso, que nós amamos muito.”

Ouça a ‘Spectre’ do Radiohead e ‘Writing’s On The Wall’ do Sam Smith abaixo:


Fonte: NME

Nós gostamos mais da música do Sam e vocês? Qual das duas gostaram mais?

Sam Smith fala sobre ex-namorado: “Eu não deveria ter me apaixonado por ele”

Sam Smith tinha muitas coisas para celebrar quando chegou ao tapete vermelho do Golden Globe 2016, neste Domingo (10) – mas o relacionamento com seu ex não era uma delas.

1452468752-1be6317c8f156d3a1ed7e5a6c6446c5b-600x769

Quando perguntado se sua antiga paixão partiu seu coração,  o cantor, que ganhou o prêmio de melhor canção original com Writing’s On the Wall, confessou, “Foi minha culpa. Fiquei apaixonado por ele. Não deveria ter feito isso”. Mas soa como se estivesse tudo normal. ”Ainda somos amigos, está tudo bem.” – acrescentou o cantor britânico.

Previamente Sam havia dito que foi um ”erro” postar fotos dele e do namorado Jonathan Zeizal no instagram, disse à revista ES: ”Cometi um erro postando fotos nossas no Instagram e fazendo parecer mais sério do que era. Aprendi que preciso esperar antes de envolver o público”

Fonte / Adaptado

Sam revela o porquê de negar inicialmente participação na trilha sonora de James Bond

O cantor teve que dominar a arte do sigilo quando ele foi escolhido para fazer parte da trilha sonora para o novo  filme de James Bond, Spectre. Noticias que Sam estaria envolvido com a trilha sonora vazaram, o que significava que a estrela tinha que fingir que era tudo apenas fofoca.

“Disseram-me para negar (sobre a participação na trilha sonora), então isso foi o que eu fiz”, ele sorriu para a revista Britain’s Heat. “Eu sou um mentiroso por natureza- Isso não é algo tão ruim né? – Como um garoto, eu dominava a arte de mentir, tentando  apenas obter doces da minha mãe e meu pai.”

Enquanto Sam pode ter sido um grande fã de doces, porém, os fãs não puderam vê-lo entregando-se á essas delicias nos dias de hoje. Ele perdeu muito peso recentemente e pretende continuar assim.

“Vai ser uma batalha para o resto da minha vida”, ele suspirou. “Não é como se fosse uma horrível dieta que esteja me matando – se eu quiser comer algo que não seja saudável, eu posso, mas tenho que sempre ter controle sobre isso.”.

Sam permitiu-se um pouco de férias durante todo esse período festivo, no entanto ele está escrevendo canções e chegou mesmo a vir com o título de seu próximo álbum.

Ele também está tentando não deixar que a busca de um novo romance interfira muito no caminho de sua música. “Antes eu queria que ele fosse romântico, mas agora só quero sair e me divertir.”

E conta o porquê de tanto fugir de um relacionamento”É difícil porque você nunca sabe quais as reais intenções das pessoas… Ao mesmo tempo, eu nunca tive um namorado na minha vida. Mas acho isso uma espécie de bênção, eu acho.”

Hoje, no dia 10 de janeiro, ocorre uma das premiações mais importantes do mundo, o Golden Globe (Globo de Ouro) onde Sam concorre junto com o Jimmy Napes por “Writing’s On The Wall” na categoria de “Melhor Canção Original”.

A premiação será transmitida pelo canal TNT as 22hrs (horário de Brasília) e o tapete vermelho as 21hrs pelo canal E!, vamos todos torcer pelo Sam!

Fonte: Belfast Telegraph

Adaptação: Equipe Sam Smith Brasil

Sam Smith revela tombo que sofreu brincando de esconde-esconde

Sam Smith se machucou recentemente brincando com a equipe de segurança. O Britânico disse ao The Sun que ele decidiu iniciar uma ‘sessão improvisada’ de esconde-esconde com sua equipe quando eles estavam em Ibiza. No entanto, sua animação logo foi embora quando Sam caiu e se feriu.

Smith declarou: “Eu estava brincando de esconde-esconde com a minha equipe de segurança, o que eu faço de vez em quando. Nós estávamos em um mercado que estava muito cheio, e logo então fiz o famoso ‘venha me pegar’ e corri o mais rápido que eu pude, e, honestamente, você nunca viria um tombo como aquele em toda sua vida. Fiquei no chão, com a camisa suja de sangue, na frente de todos. No final percebi que havia cortado meu joelho, tive que trocar de camisa. Eu simplesmente era uma bagunça. Voltei para casa com bastante dores na cabeça e nos joelhos”

 

Entrevista: Sam Smith anseia por um amigo

Com “Stay With Me” ganhou quatro Grammys e seu mais recente hit “Writing’s On The Wall” conseguiu algo único: É a primeira música tema de James Bond que ficou em primeiro lugar e desembarcou nas paradas. Sam Smith não contava com sua ascensão meteórica. O sucesso no trabalho, azar no amor. O mestre dos high notes está a procura do  verdadeiro amor.

Quanto tempo dura um cantor que executa tantas notas altas?
Ao escolher minhas músicas, sei que elas não serão fáceis de cantar. Especialmente a música tema de James Bond. Parece bom no CD, mas é um desafio ao vivo. Eu tive uma operação porque minhas cordas vocais sangravam.

Você cuida de si mesmo?
Eu não posso chorar muito (risos) e eu não bebo o tempo todo.

Com a música-tema para James Bond, você está no topo. Como se sente?
É irreal. Na minha cabeça, eu ainda não me coloquei na indústria musical. Sinceramente. Muitas vezes eu me sinto muito inseguro. Só quando estou em casa com a minha família em Londres, eu posso ser eu mesmo. Então, tudo mudou no meu mundo.

Quanto dos seus sentimentos pessoais você têm expressado em suas canções?
Vou refletir sobre todas as músicas do meu lado melancólico e minhas inseguranças. Elas são como o meu diário musical. Em parte, o diretor Sam Mendes fez mudanças. Por exemplo, eu tinha a expressão “Eu sempre atiro para perder” (“Eu sempre atiro para o lado propositadamente”). Porque Sam Mendes deixou claro que James Bond nunca faria uma coisa dessas. Mas eu acredito que eu tenha feito algo de James Bond ser vulnerável através da minha música.

Sua atual turnê se chama “In The Lonely Hour”. De onde veio o título?
Antes de eu gravar o álbum homônimo de alguns anos atrás, eu tinha caído no amor com um homem. Eu nunca tive um amigo antes. Infelizmente, ele não me amava de volta e eu estava muito deprimido e me senti sozinho. A única maneira de superar, foi escrever um álbum sobre isso.

Você já encontrou um novo amor?
Não. Eu não tenho namorado, mas pretendo ter um. Tenho um grande desejo. O amor significa tudo para mim. Imagino como seria bom estarmos aconchegante passando o Natal juntos. Acabei de comprar minha primeira casa, e selecionada de tal forma que é feita perfeitamente para a temporada de férias. Mas parece que eu vou passar as festas com os meus irmãos. Mas eu estou ansioso para recebê-los também.

Eles não tinham problemas com isso, antes de você dizer que é gay para o mundo?
Fui tirado do armário 10 anos atrás por minha mãe. Você acabou de dizer, “Nós temos conhecido por muito tempo” (risos).

Você é um jovem artista a ser publicamente gay. Mas ainda sim, é colocado numa outra categoria.
Você pode dizer isso de novo. Eu recebo um monte de piadas homofóbicas e de ódio.Você teria que ler e ver como eu sou ofendido no Instagram.

Quais são seus objetivos principais na vida?
Eu vou ser feliz para continuar a ter um bom relacionamento com a minha família e encontrar um grande amigo. Mas, basicamente, eu já sinto como se eu tivesse ganho a bolada.

Fonte/Adaptado

Sam Smith diz em entrevista que quer ter um bebê

Os Little Sailors estavam com os corações em pedaços quando Sam Smith revelou que após ”cantar três anos sem parar”, ele iria dar um tempo da música e ser um cara normal de 23 anos, que para Sam significa não ter que ligar o despertador para acordar cedo.

”Um dia na vida, acordar esperançosamente ás 10 da manhã”, diz Sam recentemente sobre o que seria um dia de folga para ele. ”Comer alguma comida boa, comer mais comida boa, comer mais um pouco de comida boa, três refeições por dia”.
Parece um bom plano para mim, mas há outras coisas que ele deseja fazer fora dos holofotes.
”Quero cozinhar mais, quero ir a encontros, quero ter 23 anos, cometer erros e se sentir ok sobre cometer eles.”– diz Sam.
”E estar com minha família, ter bons momentos com minha família e ter brigas com minha mãe, eu não tenho uma briga com minha mãe faz anos”.
Mas só porque ele não estará lançando músicas, não quer dizer que ele não esteja trabalhando. Sam já possui letras para seu segundo álbum sobre coisas que acontecerem recentemente esse ano, ”O que me fez sentir algo e eu senti que deveria falar sobre isso,”– ainda disse que espera que seja a ”segunda parte” da sua historia de amor.
Com o álbum número #1, In The Lonely Hour, alguns hits, uma música tema para o filme do James Bond e quatro grammy awards, tem algo sobrando na lista de tarefas do Sam?
”Meu deus, eu quero uma criança, quero um bebê,” diz Sam.”Mas definitivamente não agora, eu nem sei. Meus sonhos se tornaram realidade, tudo está bem”.

Fonte/Adaptado

Escute o cover de “Love Is A Losing Game”

Sam Smith lançou exclusivamente no programa da Annie Mac na rádio BBC1 a música “Love Is A Losing Game”. A música é um cover da Amy Winehouse e está presente no relançamento do ‘In The Lonely Hour’.

“Eu vi o filme recentemente e, às vezes, as pessoas esquecem da minha idade“, disse ele no programa. “Eu tinha 11 anos de idade quando Frank saiu […] e aquele álbum realmente me moldou como um artista e meus pontos de vista sobre a música e minha relação com a música lírica. Vendo esse filme me trouxe de volta a esse momento de ser 11 anos de idade -. Sua crueza sobre esses belos acordes, em tais acordes expressivos.”

Escute a seguir o cover e a entrevista dele completa no programa:

Sam Smith fala sobre seu novo álbum: ”É o trabalho mais honesto que eu já fiz”.

Sam Smith começou a dar vida ao sucessor do ”In The Lonely Hour” e revelou que é o seu trabalho mais honesto já feito, mas não se apresse pois ele não virá hoje, nem amanhã.

“Estou escrevendo quando quero. Então quando coisas ruins acontecem em minha vida, eu vou ao estúdio e escrevo sobre elas! Estou empolgado, mas não vai ser tão cedo. Eu acho que as pessoas vão enjoar de mim se eu continuar. Estou apenas tentando fazer o trabalho mais honesto que já fiz”, disse Sam em uma entrevista para a revista britânica OK!.

Hora de colocar ”I’m Not The Only One” e chorar. De novo.