Sam Smith assina carta que se opõe à forma que o YouTube disponibiliza conteúdo

Sam Smith, Taylor Swift, Coldplay, Lady Gaga, Ed Sheeran e muitos outros artistas escreveram uma carta para o Youtube (da empresa Google) alegando que eles estão injustamente lucrando com muitos valores que deveriam  ser dos músicos e compositores.

Mais de 1000 músicos assinaram este documento que foi enviado a Jean-Claude-Junker, o presidente da comissão, assim afirmando que existe uma “disparidade de valor” cada vez maior na indústria musical e assim ocasionando uma “explosão” na receita gerada por consumo de música.

A carta foi feita para pedir a revisão da Digital Millennium Copyright Act (D.M.C.A.), lei nos Estados Unidos que regula a distribuição de direito autoral em meios digitais no país.

O YouTube, respondeu dizendo que, direta e indiretamente, rende bilhões de dólares aos envolvidos no meio musical e que novas ferramentas contribuem para que os donos dos direitos consigam coibir a pirataria dentro do site.

Organizador da carta, Irving Azoff pensa diferente. O empresário disse em entrevista à Billboard que nunca viu uma ameaça tão séria aos artistas quanto vê no YouTube.

Fonte/Adaptado

Uma opinião sobre “Sam Smith assina carta que se opõe à forma que o YouTube disponibiliza conteúdo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *